©2019 por Paulo Simões - Trem do Pantanal.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • ICONE SPOTIFY

Lançamento do primeiro LP “Paulo Simões e o Expresso Arrasta-Pé” – Volume 1.  Recebe o Prêmio Sharp de Melhor Composição Regional com a música “Paiaguás”, em parceria com Guilherme Rondon.

1992

Lançamento do CD "Paulo Simões e o Expresso Arrasta-Pé"

1994

Lançamento do CD  “Rumo a Dois mil e uns”.

2002

Inicia o projeto “Chalana de Prata”, grupo que reúne quatro expoentes da música do Mato-Grosso-do Sul, com Simões, Celito Espíndola, Guilherme Rondon e o reverenciado sanfoneiro Dino Rocha (in memorian). 

1994

Lançamento do CD, “Expresso Arrasta- Pé – volume 2”.

1997

Lançamento do CD “ Vida Bela Vida”.

2004

Lançamento do CD “Canções simplesmente canções”  e o DVD “Sobre todos os trilhos da terra”,  direção de Edson Audi.

2012

O artista é homenageado no Festival América do Sul, em Corumbá, juntamente com seu parceiro, Geraldo Roca, na emblemática canção “Trem do Pantanal”.  Nesse ano também é relançado o documentário “Comitiva Esperança”.

2005

O show “Canções simplesmente canções”  e o DVD circula em diversas cidades no país e participa  de um circuito universitário pelo MS.

2013

Lançamento do livro “Sonhos Guaranis” coordenado pelo jornalista Danilo Nuha, editado pela UFMS, onde foram reunidas algumas de suas letras mais conhecidas, enriquecidas por comentários e histórias sobre a sua criação.

2016

Indicação ao Grammy Latino de 2017, na categoria Melhor Canção em Língua Portuguesa, com “D de Destino”, parceria com Almir Sater e Renato Teixeira.

2017

Direção do "TRIBUTO A GERALDO ROCA", em parceria com Jerry Espíndola, reunindo artistas expressivos de MS no Festival de Inverno de Bonito e na Concha Acústica Helena Meirelles, em Campo Grande.

2016

Homenagem na Assembléia Legislativa de MS.  A distinção  foi iniciativa do Deputado Renato Câmara.

2018

Lançamento do Álbum "Violas Pantaneiras", na companhia do violeiro e compositor cuiabano João Ormond, em que revelam a sonoridade “folklórica” que une os pantanais de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

2018

O artista é homenageado pela segunda vez no Festival América do Sul,  pelo conjunto de sua obra e pela importância e contribuição à música do Mato Grosso do Sul.

2019

Estréia o show “Sonhos Guaranis”, com sucessos consagrados de sua carreira musical.

2019

Lançamento  de  “Outras Canções” direção musical de Antônio Porto.  Com 10 faixas o álbum traz produções inéditas e releituras de composições que consagraram a carreira do artista. 

2019